quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Filme traz história de amor contada por músicas dos Beatles

Uma história de amor passada nos anos 60 e contada por meio de músicas dos Beatles. É disso que trata o filme Across The Universe, de Julie Taymor, que traz Evan Rachel Wood e Jim Strugess como protagonistas de um romance com fantasias e metáforas. Até os nomes dos personagens são tirados de músicas dos Beatles.

Evan Rachel Wood, de Aos Treze (2003), vive Lucy, uma jovem norte-americana comum e certinha que vê sua vida mudar depois que seu namorado morre servindo ao Exército dos EUA. Jim Strugess é um britânico de origem humilde de Liverpool que cruza o Atlântico em busca de explicações sobre suas origens.

Essas duas pessoas tão diferentes acabam se cruzando e se apaixonando e vivendo uma história de amor nas ruas da psicodélica Greenwich Village, em Nova York.

Lá, Lucy e Jude fazem nos amigos como Sadie (Dana Fuchs), Prudence (T.V. Carpio) e JoJo (Martin Luther McCoy), além, é claro de Max (Joe Anderson), irmão de Lucy e responsável pelo encontro entre ela e Jude. O filme também conta com a participação especial de astros como Bono, do U2, Salma Hayek, Eddie Izzard e o cantor Joe Cocker.

Músicas A diretora Julie Taymor e sua equipe escolheram 33 entre as várias canções dos Beatles para contar a história. As letras das músicas que falam de amor à política mostram o que os personagens sentem e conectam diferentes personagens que podem estar até em diferentes continentes.

"Todo o conceito deste musical é de que as letras é que contarão a história. Elas são os libretos, as árias, elas são a emoção dos personagens", explica Julie, que já dirigiu musicais na Broadway como O Rei Leão.

Julie vai além e diz que a história foi criada com as músicas guiando o caminho. "Os personagens foram criados para as músicas", afirma. No longa, sem ter nenhuma mudança na letra, canções funcionam de modos totalmente diferentes. É o caso de Prudence que canta I Want to Hold Your Hand, para expressar não o amor por um garoto, mas sim por uma líder de torcida loira.

Mas nem só de amor fala o musical. Por meio de fantasia, metáforas e canções como I Want You, Let It Be e Revolution, o longa explora a Guerra do Vietnã e seus mortos, o preconceito racial e os protestos nas ruas dos Estados Unidos.

Apesar de um pouco longo, o filme tem cerca de duas horas e meia, o longa é uma boa pedida para quem gosta de romance, musicais e, é claro, dos Beatles.

Across The Universe, que estará em cartaz na 31ª Mostra de SP, tem estréia prevista para 7 de dezembro no Brasil.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial